Corrida = 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre - Débora Fernandes
Atividade Física

Corrida = 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre

20.06.2016

A vida que segue após mais uma Meia Maratona (agora descongelada)!

OIEEEEE!!!!!!!!!!!! Hoje um “oi” caloroso, depois da friaca de Porto Alegre no final de semana passado, quando eu estava congelada até hoje ahhahhaahahahahah!

Domingo passado, no dia dos namorados, eu e o maridão comemoramos o dia na 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre, onde participei da meia maratona, a mais gelada que já participei.

Eu não corri a maratona, pois acredito que para completa-la devo estar mais preparada, não só psicologicamente, mas também fisicamente, pois tenho grandes pretensões com ela hahahahaah. Por isso, corri mais uma Meia Maratona (21,095km), sem muitas ambições, pois em razão da última lesão, estamos bem cautelosos em relação aos treinos e às provas!

Tudo isso porque venho aprendendo a correr, pois não tenho mais o objetivo de colecionar medalhas, mas sim correr com qualidade. Pensa bem, você quer correr por quanto tempo? Eu quero correr uma vida, então minhas participações em provas são bem programadas, e claro que os treinos também.

Decidi correr a meia por saber que tinha capacidade de completa-la de forma segura, mas também sabia que não poderia exigir um tempo recorde, porque não estava preparada para isso!

Porém, me surpreendi bastante, pois completei a prova sem forçar, em um ótimo tempo e o que é melhor, sem sentir NADA, nenhum tipo de “alerta de lesão”, hahahahah, o que me qualifica para dar um próximo passo nos treinos. Vou contar como foi então!

capa maratona

Jaque Vargas e seu marido Alex Fontoura.

 

Chegamos em POA no sábado, e fomos direto na entrega dos kits para pegá-lo! Na hora que cheguei peguei um fila razoável, que foi bem rápida até, mas o pessoal comentava que mais cedo a demora na fila era de aproximadamente duas horas… gente, vocês têm noção disso?

Eram muitas pessoas inscritas, e apesar da prova contemplar todas as distâncias (maratoninha infantil, 3km, 5km, 10km, 21km e 42km), sabíamos que qualquer das distâncias seria bem disputada.

No domingo, a prova tinha largada, para mim, as 7h, então as 5h já era hora de levantar para se organizar! Já de pé, porque quando é pra correr pulo da cama rapidinho, do contrário, parece tão difícil levantar hahahahaahah, comecei a me organizar, e daí vem a dificuldade de decidir: corro de short ou de calça térmica? Sabe o porquê da indecisão? Estava muito frio…. pra mim pelo menos estava pra matar! Meu celular indicava 4⁰C, e na rua estava muitoooo gelado!

PicMonkey Collage

 

Fui de calça, não me animei a colocar as pernocas de fora. Chegamos na largada de noite ainda, hahahaha, coloquei um casaco de lã da Juju (minha filha) que estava pra doação, na intenção de manter-me aquecida na largada, para depois nos primeiros quilômetros poder descarta-lo, e seguir em frente. O problema é que passaram-se os 21km e não deu vontade de abandoná-lo não!

Corri “feia” mesmo, com o casaquinho meio que de vovó até a chegada, e cheguei tão concentrada que esqueci de tirá-lo pra foto, então imagina que linda que elas ficaram?!hahahaahah Porém independente da feiura, corri quentinha me sentindo bem!

Durante o percurso a gente vê de tudo, pessoas de todos os jeitos correndo, e percebe o quanto a corrida é democrática, o quanto ela traz bem-estar e saúde para quem pratica!

Tinha gente enroupada como eu, tinha meninas de top e short, SIM, com aquele frio, e ainda fazendo bonito! Tinha gente mais velha e mais nova, mais pesada ou menos, mas sabe o que é legal? Todo mundo feliz 😀 , o que todos ali queriam era se superar, essa era a meta!

Completei a meia maratona, e na linha de chegada, apesar do casaquinho, hahahahhah, comemorei, porque sabia que estava bem, que posso intensificar os treinos, que posso treinar mais!!!!!!!!!!!

chegada

 

Vale aqui eu contar que o marido merece um grandeee agradecimento, 😍 porque ele estava ali, comemorando o Dia dos Namorados passando frio👫, porque se correndo estava frio, imagina parado na rua??? Pois é, estava ali, me aguardando, ansioso para ver como eu chegaria, que tempo eu faria, e lógico que quando eu cheguei ele correu para me abraçar! Não há amor maior né gente? Então aproveito para agradecer a ele todo esse amor e dizer que amo ele muitão! ❤💚💜💙💛

Bueno, completada a prova, é hora de voltar, e a vontade de colocar o tênis e correr de novo é enorme, mas descanso é descanso! Então na segunda-feira meu treino foi colocar os pés pra cima ahahhahahahah! Lembra bem da matéria anterior, né? Não😱?? Então clique AQUI por favor, e dê uma conferida 😉

Por estar congelada ainda, não saiu matéria aqui no Blog, e então hoje eu vim falar rapidamente depois desse monólogo, sobre a vida após a meia maratona, como se recuperar, para poder retornar com tudo aos treinos!

Então, independente se você é estreante ou veterano o descanso é tão importante quanto o treinamento. Já falamos disso! E, SIM, eu já corri meia maratona, treinando no dia seguinte razoavelmente forte, competindo no final de semana seguinte.

Pois é, não foi muito legal, meu “corpicho” não gostou muito disso tudo, e resolveu falhar…hahahhahahah E muitas vezes não foi só lesão não gente, algumas vezes foi até um forte resfriado, etc., porque quem não vive do esporte como eu sabe que temos trabalho, família, vida social, não podemos nos dar ao luxo de PARAR.

Então agora, pós prova, eu cuido da recuperação antes de pegar pesado nos treinos! Depois dessa meia, na segunda fiz descanso absoluto, e voltei na terça com um descanso ativo! Conforme foram passando os dias voltamos a intensificar os treinos, com calma e uma boa programação.

O indicado pelos especialistas vai do descanso absoluto ao descanso ativo com atividades secundárias leves e sem impacto como natação, yoga, etc. Também indicam um trote leve, LEVE, tenho que grifar assim porque se forem como eu não vão fazer leve, hahahahah.

Após competição, ou até após aquele treino forte, respeite seu corpo. Se você não está se sentindo bem, não se empurre no treino, não foque no volume, esquecendo os limites do teu corpo.

Até porque ao não cumprir o treino e se “empurrar”, você não estará treinando, mas sim acumulando cansaço, e qual o sentido disso? Pois é, nenhum!

Então se não se recuperou bem ainda, descanse, e se esse descanso ultrapassar um dia, ou dois, não fique “bolado”, te garanto que você não perderá tudo que conquistou, pelo contrário terá mais ganhos do que se arrastar no treino.

Então o que posso dizer: ESTOU DE VOLTA! E o que é melhor: INTEIRA! Pronta pra outra!

Aliás, sabe quem se fez presente na 33ª Maratona Internacional de Porto Alegre? Ele mesmo, Vanderlei Cordeiro de Lima , que nos Jogos Olímpicos de 2004, quando liderava a maratona um manifestante irlandês o agarrou. Agora que tirei foto com ele, tenho certeza que vou começar a voar!hahahahaaha

medalha

Jaque Vargas e Vanderlei Cordeiro

Semana que vem prometo não congelar, terá matéria nova e bem legal! Quem tiver sugestões escreve aí que eu vou adorar!

Desejo uma ótima semana congelante e corrida ahhahaahhaha, tá, uma semana com muita corrida para esquentar, e até a próxima!!!!!!!!!!!!!!!

Ah, temos um grupo no face (Divã da vida saudável) que trata sobre Boa Forma, vai lá!! É só clicar AQUI 😉😍😘

 

Postado por

Débora Fernandes

Deixe seu recado!