STF SOLICITA AUMENTO DE SALÁRIO DE R$33 MIL PARA R$39 MIL REAIS - Débora Fernandes
JornalismoNotícia

STF SOLICITA AUMENTO DE SALÁRIO DE R$33 MIL PARA R$39 MIL REAIS

07.11.2018

Nesta quarta-feira (07/11/2018) o Senado Federal irá analizar e poderá aprovar o projeto de lei que aumenta o salário dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) de R$ 33 mil para R$ 39 mil. A informação é do Jornal da Manhã da Jovem Pan.

Em declaração em seu twitter, a Senadora Ana Amélia afirma ser  “contra o projeto que aumenta o salário dos ministros do STF porque esses reajustes provocarão efeito cascata, aumentando os vencimentos de senadores, deputados e vereadores de todo o país. A sociedade não aceita pagar essa conta neste momento de grave crise financeira do país!”

O Presidente eleito, Jair Bolsonaro também se pronunciou sobre o caso e disse esperar que a maioria do Parlamento “decida da melhor maneira possível essa questão.” Ainda completou afirmando que “obviamente não é o momento. Nós estamos encarando, integrando o novo congresso, vamos começar com outro déficit… Quando se fala em reforma da previdência, sempre existe sacrifício, né?! Por mais que alguns digam o contrário. Mas, todos tem que colaborar para que o Brasil saia dessa crise. E o Poder Judiciário, no  meu entender, num gesto de grandeza, com toda certeza, não fará tanta pressão assim, por esse aumento de despesa”

Segundo o site Metro Jornal, essa proposta é de 2016. Na época, a Câmara dos Deputados aprovou a proposta. Porém, a mesma estava parada na Comissão de Assuntos Econômicos. Ferraço foi o relator da matéria e deu um voto contrário ao aumento. “O impacto nas contas públicas nacionais será de cerca de R$ 6 bilhões por ano. É uma covardia com o povo brasileiro.”

Na noite de terça, o presidente do Senado, Eunício de Oliveira, colocou em votação no fim da sessão do plenário um requerimento pedindo a inclusão dos dois projetos na pauta do Senado. A iniciativa de Oliveira pegou de surpresa e contrariou vários senadores – eles acham que o presidente forçou a votação sem aviso prévio.

Postado por

Débora Fernandes

Deixe seu recado!